quarta-feira, 15 de maio de 2013

Sobre o FB


O mês de Maio tem sido muito corrido, talvez o mais ocupado até agora, no ano. Estou com dois trabalhos, um permanente (nada é permanente, né?!) e um temporário, desde meados de Abril, mas quando Maio chegar ao fim, terei mais tempo outra vez.

Mas hoje queria comentar um pouco sobre o Facebook. Há dias em que me aborreço por lá, e não preciso disso, aliás, ninguém precisa! Não quero deixar coisas pequenas assim influenciarem minha vida, mas às vezes é difícil, sou humana. Vocês também se sentem assim de vez em quando?

Além de alguns "amigos" nunca, mas nunca mesmo lembrarem que vc existe em nenhuma ocasião - e no caso eu continuar mantendo a maioria pq acho que sempre há um motivo pra o desinteresse deles...descubro que outros, que eu considerava, me tiraram da lista deles. Sinto falta deles, vou checar e não estão mais lá. São pessoas que conheci desde os tempos do Orkut, nunca pessoalmente, mas acompanhei casamentos, nascimentos, etc e tal...dói um pouco. Nao sei o que fiz, pq sempre procuro lembrar dos aniversários e gostar de fotos e posts de amigos, mas o jeito é aceitar. E ainda sobre o tema "aborrecimentos/Facebook", também fiquei meio chateada ontem à noite com uma pessoa comentando sobre a a foto da filha de uma amiga em comum, sobre o assunto maternidade. Segundo esta pessoa, quem não é mãe não sabe o que está perdendo, pq é o que faz a vida ter sentido. Pois é, eu sei, ou melhor, acho que deve ser sim, mas puxa, um pouquinho de sensibilidade seria bem legal, né...afinal, muitas mulheres estão 'perdendo este sentido da vida' não porque querem, mas pq nao podem! Não aguentei e deixei lá minha opinião. Falei calmamente, basicamente o que acabei de dizer aqui, mas a pessoa não respondeu, nem comentou nada. Ou ficou chateada ou sem graça. Bem, eu 'entro' no FB ao menos uma vez por dia pra saber como a familia, os amigos estão, comentar, gostar, etc e talvez ficar chateada com uma coisa ou outra, mas talvez o melhor mesmo seja não levar tudo muito a sério, afinal, é um mundo virtual.  Não quero deletar minha conta pq é também um meio de contato com familia e amigos bacanas. Acho que o jeito é acionar o botão pra esfriar a cabeça e não me deixar influenciar. Nossa vida diária já tem lá tanta coisa mais importante, não é? Acho que é isso mesmo. Só um desabafo sobre o caso.

4 comentários:

Nani disse...

Aw Debora, nao fica assim nao. Olha tb ja aconteceu comigo de pessoas de eu conhecer desde a epoca do orkut (das comunidades) me deletarem do facebook delas. Pra falar a verdade, nao me chateio. E nem cobro. Se a pessoa resolveu limpar o facebook dela e me tirar, eu penso que ela eh quem esta perdendo haha. E sabe o que eh pior? Eh que as mesmas pessoas que me deletaram vinham uns meses depois me adicionar novamente. Eu nao aceito nao. Nao cobro nem fico com raiva nem chateada se me deletarem, as vezes as pessoas nao tem a consideracao por nos que temos por elas. Mas me deletar e depois querer me adicionar de novo, pra mim eh querer "xeretar" minha vida. Aih nao da. Nao aceito e nao me faz falta. Aprendi a criar uma casca com essas coisas. Nao fica assim nao, quem te deletou eh quem esta perdendo de ter voce como amiga. :)

Roberto Carvalho disse...

Também tenho o mesmo sentimento, mas me preocupo mais com o que eu comento. Minha personalidade é forte e não costumo muito medir palavras, o que acaba magoando as pessoas. Faço do FB um exercício para essa minha faceta.

Sinto que melhoro quando vejo gente mais passional que eu. Mas sempre digo o que acho, mas hoje com mais sabedoria.

Se algum dia te magoei, nunca tive essa intenção ou te deixei sem uma resposta, foi desatenção ou falta de tempo mesmo. Vc é uma pessoa especial demais, sempre será!

Debora Rocha Muscutt. disse...

Ah, Nani, vc tem toda a razão...nada como alguns dias pra cabeça esfriar um pouco e a gente acabar concluindo que certas coisas acontecem para o nosso bem! É isso aí, falta de consideração é uma coisa chata, mas faz parte, e a gente isola isso e segue em frente. Obrigada mesmo por seu comentário, gostei muito! Beijos!

Debora Rocha Muscutt. disse...

Roberto, eu te conheço bem e nunca me senti magoada por qualquer coisa que vc tenha dito/feito, não mesmo...personalidades fortes podem ser bem úteis às vezes, para algumas profissões isso é crucial! :) Fico feliz que o FB esteja sendo útil pra vc neste sentido. E repetindo sua frase, pra mim tb vc é especial demais e sempre será! :)

Feeds

Visitantes online - Welcome!

lineflower_gif