terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Miep Gies partiu.


Hoje fiquei sabendo através da tv que Miep Gies, faleceu ontem, dia 11 de Janeiro de 2010.

Miep foi uma pessoa que passei a admirar desde que li o Diário de Anne Frank pela primeira vez, desde que eu era uma menina ainda pequena.

De vez em quando eu procurava, um tanto receosa por alguma notícia dela, e tudo estava bem, apesar da idade avançada da Miep.

Ela faleceu aos 100 anos, por causa de uma queda no mês passado. Acredito que era ela bastante saudável, não há registros de doença ou nenhum problema ocorrido com ela antes. Era tb lúcida e ativa, apesar da idade avançada.

A história dela é admirável. Passou por vários momentos muito difíceis na vida: foi mandada à Holanda ainda bem pequeninha, sozinha, para ser alimentada por uma família adotiva temporária, até que a Austria se restabelecesse da guerra e ela pudesse ser mandada de volta aos seus pais, mas isso nunca aconteceu, porque ela se tornou holandesa de coração; sobreviveu a duas guerras mundiais, sendo que a 2a ela viveu intensamente, sofreu muito mas sobreviveu. Não, ela não era judia, era austríaca naturalizada holandesa, mas sempre esteve ao lado do que era certo e, sendo assim, ajudou a esconder a família Frank e mais outras pessoas judias, o quanto pôde. Quase foi presa por conta disso, quando as famílias foram capturadas pela Gestapo, mas como o oficial da prisão era austríaco também, resolveu liberá-la.

Muita gente pensa que a guerra afetou apenas os judeus, mas não é verdade, a Europa ficou devastada e quem estava do lado de fora também sofreu muito. No livro que a Miep escreveu "O outro lado do diário" ela conta o que passou mesmo não sendo judia: fome, miséria, doenças, todo tipo de angústia. Só que Miep era feita de uma fibra rara, uma pessoa incomum, apesar da aparência frágil, estatura de uma menininha de dez anos. Sempre passava por situações difíceis dizendo a si mesma o quanto era forte e capaz. Uma guerreira, uma mulher incrível. E assim viveu até os 100 anos.

Miep era a última sobrevivente do grupo do diário da Anne. Fica aqui minha homenagem.

4 comentários:

A e W disse...

Eu li e assisti o filme de Anne e lembro-me bem de Miep... Noticia triste, mas de certa forma aceitavel ja que Miep teve o previlegio de viver 100 longos anos. Agora foi o momento dela descansar ao lado dos anjos. Com pezar mas em paz que devemos deseja-la serenidade na terra dos seus!

ll disse...

很好啊 ..................................................

Roberto C Lima disse...

Olá Debinha!(como o Rochinha te chamava). Muito meigo essa forma apesar de vc, parece, não gostar.

Li esse livro, emprestado por vc. Lembra? Acho que devolvi?! Rs!
Grande narrativa e me chamou muita atenção para o holocausto.

Essa senhora foi uma das heroínas desse horror. Espero que os Judeus prestem-lhe muitas homenagens.

Van disse...

Poxa, que peninha, e justamente no dia da minha viagem de volta do Brasil. Assim não vou mais esquecer... e aconteceu com ela o mesmo que com Ellen White, depois de uma queda... mas viveu 100 anos, isso é uma façanha e um milagre Divino!

Feeds

Visitantes online - Welcome!

lineflower_gif