segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Alerta do consulado brasileiro sobre relacionamentos com estrangeiros pela Internet

 Esta semana eu li esta novidade no perfil de uma amiga do Facebook. Que coisa! Claro que existe perigo em todos os lugares, inclusive na Internet, mas tb pode ser muito perigoso passar por tudo isso após conhecer uma pessoa por anos, alguém que se conheceu na casa de amigos ou na rua, em um restaurante...devemos ter cuidado em toda e qualquer situação, é fato! Eu mesma conheci meu marido pela Internet, e claro, só falavamos por messenger e telefone no início, só nos conhecemos mesmo após 8 meses, pessoalmente. Tomei todas as precauções, claro, assim como muitas amigas que também conheceram os maridos pela Internet. Só espero que não comecem a criar um preconceito especial sobre os relacionamentos que começaram assim...mas segue abaixo a 'alerta'!


- Consulado Geral do Brasil em Atlanta -
Alerta - Relacionamentos com estrangeiros pela internet https://www.facebook.com/pages/Consulado-Geral-do-Brasil-Em-Atlanta/118772721471678

O Ministério das Relações Exteriores vem recebendo numerosas queixas de cidadãs brasileiras vítimas de roubos, fraudes e violência cometidos por cônjuges estrangeiros que conheceram pela internet e com os quais tiveram pouco ou nenhum convívio presencial antes do casamento. De acordo com os relatos recebidos, que incluem denúncias de cárcere privado, é frequente, nesses casos, que os maridos estrangeiros mudem completamente de comportamento, logo após a formalização do matrimônio, tornando-se agressivos e manipuladores ou interrompendo repentinamente o contato com as vítimas, após obterem visto de permanência no Brasil.

Nessas condições, recomenda-se às brasileiras e aos brasileiros especial cuidado com os relacionamentos virtuais mantidos com estrangeiros com o propósito de celebrar casamento, a fim de protegerem-se contra golpes e situações de risco. Sugere-se, entre outras precauções, buscar obter referências do cidadão estrangeiro por parte de terceiras pessoas de conhecimento comum, além de evitar manter o contato restrito aos meios de comunicação à distância, previamente ao matrimônio.


2 comentários:

Claudia Kazete disse...

Oi Deby!

é verdade tudo isto que vc postou... Muitas vezes iludidas com a "chance" de mudar de vida e morar fora do Brasil, muitas meninas acabam se envolvendo numa enrrascada ou mesmo numa cilada e só vão se dar conta quando o leite já estiver derramado.

Parabéns pela iniciativa do alerta! Muito válido

Bjs!

Debora Rocha Muscutt. disse...

Acontece, né? Claudia? Por mais que existam casos 'e casos', é sempre bom a gente divulgar! Beijos e tudo de bom pra vc sempre!

Feeds

Visitantes online - Welcome!

lineflower_gif