sábado, 28 de novembro de 2009

Minha amiga Angela se foi


Oi, meus amigos.

Eu venho aqui hoje super triste, contar que perdi uma amiga. Acabo de receber um e-mail que trouxe a triste notícia. Ainda não consigo acreditar.

Falei com a Angela no dia do aniversário dela, dia 14 de Outubro, e trocamos e-mails há 2 semanas atrás.

Difícil demais acreditar que ela se foi. Já mandei um e-mail de volta para Silvia, amiga dela lá em Jacarepaguá, no Rio, perguntando o que houve, porque eu simplesmente não consigo acreditar.

É certo que Angela esteve doente, no início do ano. Ela passou mal (fortes dores) e foi detectado pedra nos rins. Daí depois disso descobriram também algo mais, um pequeno cisto, que infelizmente era cancer. Sendo assim, Angela ficou no hospital por quase 1 mês, após cirurgia. E logo após isso ela começou a quimioterapia, por longos 6 meses, que terminou uma seman após o aniversário dela, dia 14/10 último. E segundo ela, os médicos disseram que foi 100% bem sucedida. Neste período nós trocamos vários telefonemas e e-mails (eu estava no Rio) e também não pude visitá-la pq logo após a saída dela do hospital, eu mesma tive que fazer uma cirurgia. Marcamos de nos encontrar agora em 2010, quando eu voltasse ao Rio. Mas o que me intriga muitíssimo é que Angela esteve super bem durante toda a quimio, tendo inclusive, no final do tratamento, oferecido uma festinha na casa dela em Jacarepaguá, para os amigos. Ela sempre me contava tudo que fazia, éramos amigas que jamais deixávamos de dar notícias uma para a outra, desde que nos separamos no final da Faculdade. Eu ainda não sei o que aconteceu, mas até duas semanas atrás, ela estava fazendo as bijouterias (hobbie) e planejando uma viagem no final do ano; o que deu errado? O que aconteceu? Estou tão chocada que preciso escrever talvez para ouvir de mim mesma que a Angela se foi.

Eu conheci a Angela em 1996, quando começamos juntas a Faculdade. Ela sempre foi aquele tipo de pessoa super amorosa, mãezona de todos, carinhossíma e super atenciosa, do tipo que dá presentes e agradece com cartõezinhos por tudo e por nada. Um amor de pessoa, só descrevendo assim. Às vezes eu pegava carona com a Angela, no golzinho dela, porque ela insistia muito em me levar para o estágio no centro do Rio, mesmo que fosse contramão para ela. Lembro de todos os detalhes desta minha amiga que certamente marcou a vida de todos que conheceu.

Assim é a vida! Um tanto frágil... um tantão frágil....

Espero receber notícias mais detalhadas pela Silvia (que me mandou o email contanto da Angela), para que eu possa realmente entender...trocamos e-mail há 2 semanas atrás e ela estava super bem...cheia de planos....


4 comentários:

Roberto C Lima disse...

Meus sentimentos aos familiares e amigos. Fiquem com Deus!

Raquel disse...

Sinto muito pela sua perda, Deborah. É sempre difícil quando perdemos um familiar ou um(a) amigo(a) próximo. Espero que a família dessa moça e você encontre algum conforto nas memórias que têm dela. Pela sua descrição, eu acho que ela não gostaria de ver vocês chorarem. Que ela descanse em paz. Beijos pra vc e fique com Deus.

Ana Claudia Lintner disse...

Deixo aqui o meu abraco.
* al ler o post, mais uma vez agradeci a Deus pela vida do meu marido. Amem.

A Suburbana disse...

Xará,
Meus pêsames pela perda da Angela. Ela parece ter sido uma pessoa especial e generosa, com certeza está em um lugar melhor que nós.

É um mistério quando chega a hora da nossa partida, ela parecia tão bem e de repente tudo mudou. Eu entendo como vc se sente, também já sofri uma perda assim. Vi minha colega na sexta e combinamos de nos reencontrarmos na terça, só que isso nunca aconteceu, pois ela morreu no sábado em um acidente.

Me lembro que disse a ela: nao chegue atrasada na aula na terça, ok? E ela respondeu "eu vou estar aqui na hora com certeza". No lugar, eu recebi o aviso da missa de sétimo dia.

Nao dá para tentar entender, quando chega a hora de uma pessoa partir, muitas das vezes é sem aviso, infelizmente.

Beijinhos e força!

Feeds

Visitantes online - Welcome!

lineflower_gif