domingo, 25 de outubro de 2009

Trilhas da vida...




Hoje está fazendo um dia muito bonito, com sol e céu muito azul, apesar do frio. Ontem também foi um dia bonito, depois de uma chuva longa e pesada.

Sábado de sol, saímos, fomos passear num parque que oferece uma trilha maravilhosa numa cidadezinha chamada Fletcher, à qual conheço muito bem, mas nunca tinha ido ao tal parque e muito menos na tal trilha. A caminhada nesta trilha foi mais em função dos 3 adolescentes que temos aqui em casa, os filhos do Thomas. Estavam precisando de distração.

Apesar destes dois dias bonitos de sol, que ajudam a levantar o ânimo, está tudo cinzento para mim, porque estou triste.Os meninos estão conosco desde sexta-feira, até aí tudo bem, eles deveriam ficar conosco final de semana sim e não. O que acontece é que, ao que parece, segundo telefonema inesperado que recebemos, a mãe deles está 100% decidida a deixá-los conosco, simplesmente porque se cansou de ser 'mãe'. Eu nunca vi coisa igual. Sei que existem muitos casos assim, mas nunca tinha vivido nada de perto e não consigo parar de pensar como isso pode ser possível. Penso na minha mãe, na minha avó (que ajudou minha mãe a nos criar) e nas familias que conheci ao longo da minha vida, tanto dos meus amigos como dos amigos de meus pais e, realmente não entendo. O que faz uma mulher pensar assim? Ela tem saúde, ainda é jovem, recebe uma quantia boa em pensão, não trabalha, se diverte bastante, mora em uma casa enorme, recentemente construída, com quatro quartos, plantação de maçãs e peras nos fundos..os 4 filhos (o bebê é fruto do atual namoro) são saudáveis, bonitos e a amam incondicionalmente...realmente eu não entendo. No meu julgamento, e posso estar errada, isso é puro egoísmo. Várias vezes ela ameaçou fazer isso, alegando estar cansada. Cansada de quê? Da missão de ser mãe? Por que então teve mais um bebê? E os demais? Nunca pensou nisso? Não faz sentido. Acho que há mais do que o que ela alega: cansaço, exaustão...há mais coisa por trás disso.

Só sei de uma coisa. Nós estamos com eles aqui e tudo isso foi uma surpresa muito grande. Vamos ver o que podemos fazer para ajustar esta situação da melhor maneira possível. Não é fácil, temos uma rotina, eles também. Tudo está estranho, incerto.

Mantenham este caso em suas preces, por favor. Eu os manterei informados.

6 comentários:

A e W disse...

Amiga, com fe em Deus tudo se resolverah da melhor forma possivel... Estou aqui na torcida e rezando por vcs!

Que andada gostosa, num dia lindo com uma vista perfeita... Nada como um dia assim para renovar as energias, nao eh?

Um bjao enorme e orando por vcs!!!

Cris disse...

Que barra hein maninha?

Aqui eu confesso que tenho vontade de jogar a toalha às vezes. O Dê e a Gi sugam minhas forças e paciência ao extremo, mas nem cogitaria deixá-los, embora às vezes eu fala um monte de bobagens... Ontem mesmo o Dennis não voltou para casa, não avisou, esqueceu os doctos, não atendia celular... fui localizá-lo hoje 10:00hs da manhã...
Estressa muito, mas os quero bem aqui!!
Deus é Pai misericordioso e dará acomodação e conforto em mais esta situação, pode acreditar.

Te amo, maninha!

Beijos

Lucia Cintra disse...

Mas como assim cansou? Cara, juro que nao entendo. Se nao queria ser mae, pra que teve quatro????? Acho ridiculo, ela tem que arcar com as responsabilidades, isso eh inaceitavel! I'm sorry you are going through it!

bjos

Joana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Joana disse...

Ha Debora que triste estoria,eu nem posso imaginar que existe pessoas dessa forma sem amor.Eu posso imaginar como esta sentido!!!!E o Thomas coitado...Vamos orar sim...Fico com muita pena deles, todos nos gostamos de ser amado em especial pelos nossos pais e esse nao e o caso deles,mas Deus os amam e tudo vai ser resolvido sem traumas.Fica firme amiga vc achara em Deus forcas pra essa situacao que nao e facil.Que o Senhor abencoe vcs...Te ligo pra conversarmos bjs

Roberto C Lima disse...

Temos que orar sim! Principalmente pelos filhos nessas horas. Sabedoria e maturidade para jovens.

Como filho de pais separados, posso dizer: é horrível ser preterido, pela mãe então, nem se fala!! Sem julgamentos, mas é um caso digno de sabedoria, de ser resolvido sem traumas. De uma coisa podemos ter certeza, Deus sabe o que faz, importa-nos sermos sábios e poder tirar dessa situação assustadora, as lições que poderão ser colhidas.

Uma coisa posso afirmar: Mãe é uma coisa, ex-esposa é outra completamente diferente. E os filhos sabem disso.

Estamos orando por uma solução confortadora, principalmente para os filhos.

Feeds

Visitantes online - Welcome!

lineflower_gif